quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Beijing Safari

Se você já conheceu o Mickey, já comeu um pastelzinho de Belém direto da fonte, já tirou foto "segurando" a torre de Pisa, já fez um lindo passeio pelo rio Sena e agora busca um novo lugar pra viajar, que tal conhecer a China?! 
Um lugar completamente diferente de todos os outros que você já conheceu. Alías, não apenas o local, mas a forma de se fazer turismo também é bem distinta! Bom, quem está acostumado com a idéia de desenvolvimento sustentável e acessibilidade pode se chocar um pouco quando chegar por aqui. Quem pretente conhecer essa terrinha oriental pode separar um bom par de tênis porque além de andar muito vai subir muitos e muitos degrauzinhos! Esse é até um lado bem interessante de se ver. Passeando pelos pontos mais turísticos você encontra orientais da terceira idade fazendo coisas que dificilmente um ocidental até alguns anos mais jovem faria.
Talvez esse seja o segredo da longevidade e disposição deles.
Além disso, se você procurar fazer programas fora dos roteiros turísticos, vai encontrar alguns lugares digamos que surpreendentes! Dia desses após irmos na Muralha, fomos num Safari que fica próximo. Visivelmente é um lugar dedicado ao turismo local. Nesses passeios você encontra uma grande barreira que é a língua, mas com um pouco de persistência e boa vontade dá pra se divertir!
Nesse safari, por exemplo, o início choca um pouco! Você entra num ônibus, mas também tem a opção de entrar com seu veículo. Só um detalhe: eles não colocam nenhuma proteção nos veículos particulares.
Assim que você entra no ônibus (com proteção de ferro claro que eu tenho amor a vida) logo percebe um cheiro desagradável que vem de uma gaiola de galinhas! Então, a gente senta e espera começar. Logo você percebe que as galinhas VIVAS servem pra chamar os animais!! E não é só! Eles chamam os animais com as galinhas e depois jogam elas VIVAS para eles comerem!!!

Cara a cara com o inimigo

No começo isso foi meio chocante! Mas como o ser humano é um bicho curioso, tenho que admitir que com o passar do tempo foi ficando bem legal ver aqueles animais tão pertinhos! Foi impressionante! As pessoas entram com seus próprios carros e abrem a janela, acreditam??! Como que você entra na jaula de animais como tigre e leão e ainda abre a janela??! Eu já tava morrendo de medo de um bezerro quando a gente entrou, imagina de um bicho desses!!


Bom, mas quando termina o safari o ônibus deixa você do ooutro lado do mundo. É tipo um parque com joguinhos tipo de barraquinhas de São João, camelo para você tirar fotos e filhotes de leão!!
Tenho que confessar que brincar com um filhote de leão foi mais divertido do que eu esperava! Queria um daqueles pra mim!


 Olha só que coisinha mais fofa do mundo!! Tá certo que ele não tava se divertindo tanto quanto eu, mas que é uma gracinha, isso é!!
Outra gracinha do mundo animal que a gente achou por lá também é a girafa! Bicho estranho e engraçado com uma carinha tão simpática que parece que sempre tá sorrindo!




Mandarinando...

Depois de alguns anos sem postar cá estou novamente! O motivo da minha ausência, além da enorme preguiça que domina meu ser, foi meu curso de Mandarim! Pois é isso mesmo, meu caro reader! Claro que eu não poderia vir até aqui e não estudar a língua, né?!
A minha turma era alguma coisa de muito engraçado! Primeiro que a professora não falava inglês! Pra ela entender uma simples pergunta a sala inteira tinha que repetir umas cinco mil vezes com diversas palavras diferentes.
Sem contar que a sala parecia a torre de babel, né?! Começou com apenas duas pessoas, eu e uma russa. Depois chegou um canadense, em seguida uma australiana, logo mais uma holandesa que morava nos EUA e pra finalizar um britânico com humor típico!
Cada aula era uma coisa!! Fora que aprender mandarim em uma turma que fala inglês foi um pouco demais pra mim! Minha cabeça dava cada nó que vez por outra eu me pegava falando português e a turma toda olhando pra minha cara sem entender nada, né?! Ai.. ai...
Mas.. no final das contas deu tudo certo e consegui meu diplominha!


A foto não está muito boa, mas não é a coisa mais linda???! Ite ite ite que fofuura!
Agora eu posso dizer que eu quaase falo três idiomas: inglês, espanhol e mandarim! Chique, não??!

Esses foram os últimos sobreviventes na prova final. O canadense, eu, a profe chinesinha, a holandesa e a russa!

terça-feira, 17 de agosto de 2010

Geente...

O que é um pontinho com milhares e milhares de pontinhos ao redor?? Tcharaaam.. A Chiinaa!!!
Tá.. a piada sem graça foi pra expressar o que realmente é esse lugar! Em Recife só vi coisa parecida na saída do jogo do Sport na Libertadores e na final da Copa do Brasil contra o Corinthians (tá, fora o carnaval claaaro!!!) ! Aqui é uma coisa impressionante. A qualquer hora que você saia de casa e qualquer lugar que vá, você se depara com o maior vuco-vuco. Imagino como num foi isso aqui nas Olimpíadas!

E para os meros mortais que necessitam utilizar o metro às seis da noite, meus caros sentimentos. É tarefa quase impossível, praticamente uma guerra! Sem contar que apesar da super-quantidade-de-gente-para-todos-os-lados o conceito de fila ainda não chegou por aqui, não! Eles não tem o mínimo constrangimento de passar na frente dos outros em canto nenhum. Confesso que isso também me deixou um pouco chocada no começo, mas agora já estou aprendendo a entrar no clima!



video





Geralmente na faixa de pedestres tem uma lombada para forçar as pessoas a reduzirem. Aqui nem adianta você ter a doce ilusão de que eles vão parar para você atravessar! É cada um por si e Deus por todos!! Se você der o primeiro passo eles param, mas caso contrário terá que esperar algumas horinhas para conseguir chegar ao destino desejado.

Consumismo Chinês

Reportagem interessante que saiu essa semana no Jornal da Globo:

http://g1.globo.com/mundo/noticia/2010/08/chineses-invadem-o-japao-para-comprar-os-proprios-produtos.html

segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Jeitinho Chinês

Depois de passar por um estressante tour entre a hidromassagem e a sauna nada mais normal que você caia na cama e dê aqueele cochilinho para recuperar as energias. Estou eu no aconchego do meu quarto, com as janelas devidamente fechadas e o ar condicionado na temperatura certa, no meio do meu soninho, quando sou surpreendida com berros e campainhas:



- Ni haaaooooo!!! Ni haaaaooooo!!!! NIIIIIII HAAAAAOOOOO!!!!!



Levanto subitamente tentando recuperar o juízo para ver o que estava acontecendo e em qual parte do sonho que eu estava, quando me deparo com uma chinesinha baixinha DENTRO DO MEU QUARTO com um conjunto de lençol e toalha na mão. Meio assustada e p. da vida, olho pra ela com cara de “que danado tá acontecendo?!”



- Cleaning!!!!



Como assim “Cleaning” ????????? Aquela abominável criatura invade meu quarto, me acorda entre gritos pra fazer faxinaa?????? E o pior!! Num bom humor e carinha de risinho de dar inveja a qualquer guia de turismo! E se eu tivesse tomando banhoo??? E se tivesse o hábito de dormir nuua?? Mas também não deixei isso barato! Mandei ela arrumar tudo e fui continuar meu soninho no sofá! Só que para meu ledo engano ela não se deu por vencida! Depois de arrumar tudo a chinesinha volta e me acorda novamente mandando eu dormir na cama fazendo cara de que sofá não é lugar para dormir!!



Moral da história: Nunca deixe de ligar o DO NOT DISTURB!!!

Coisas que eu não entendo II...

Todos os dias quando eu acordo venho para um cybercafe aqui na frente do hotel para conseguir acesso à internet, uma vez que onde estou hospedada é muito caro. Fui atraída por esse Café por uma bandeirinha do Brasil que tem na frente e pela doce ilusão de ter alguem que falasse português por aqui. O lugar é até muito engraçadinho. Quando você entra se depara com chinesinhas adolescentes que não entendem absolutamente nada do que você fala. Ai, você vai entrando e dá de cara com um poster de Messi na subida das escadas e um hall que dificilmente você veria num restaurante brasileiro. Então, estou eu aqui me atualizando das novidades brasileiras, falando com a minha família e amigas, quando me bate aqueeeele aperto na bexiga.







Desespero número um: perguntar onde é o banheiro. Foram várias tentativas até alguém realmente entender o que eu estava querendo dizer.





Desespero número dois: ir ao banheiro e deixar minha bolsa com todos os documentos e meu computador aqui na mesa sozinhos até a minha volta. Foi uma dúvida cruel, mas que no final das contas não me deixou muita escolha.






Desespero número três: entrar no banheiro e perceber a inexistência de uma privada. Eu achei que já tinha visto de tudo nessa cidade até perceber que os chineses acham que ficar de cócoras é uma posição tão confortável que levam isso para suas necessidades fisiológicas.

Coisas que eu não entendo...

Bom.. não é à toa que cultura tem essas primeiras letrinhas, né? Cada um tem a sua e mexer na dos outros dá sempre confusão!! Realmente não tem como não ficar chocado com a diferença de vida do Brasil pra China. Tem coisas que por mais que eu tente, não consigo entender.
Estou eu na minha muito estressante vida no Oriente chegando na piscina e me deparo com uma chinesa com um biquine maior do que era usado no Brasil nos anos 60. Fiquei até meio constrangida achando que eu tava andando semi-nua pelo hotel com o meu modelito brasileiro, mas tratei logo de curar esse estresse passageiro com intensas imersões na hidromassagem. Quando sai, peguei algumas toalhinhas geladinhas e fui entrar na sauna. Quando ando pelo corredor estava a mesma chinesinha nua saindo da sauna sem o menor pudor. Vai entender esse povo que tem vergonha de usar biquine e não tem de sair nua por ai...

Long, loong trip...



Depois de quase 36 horas perambulando entre aeroportos e aeronaves, finalmente se consegue chegar na China, mais precisamente em Beijing. Um universo completamente diferente de toda aquela imagem de temos de China. Acho que quando se pensa nessa parte do Oriente, logo se vem na mente uma imagem de India. Muita gente andando para todos os lados, bicicletas misturadas com animais pelo meio da rua e uma cidade barulhenta e nem tão limpinha. Hum... parcialmente certo! Realmente a cidade é barulhenta e tem aquele delicioso cheirinho de poluição, tá.. eu também cheguei numa época não muito indicada para se receber turistas. Em plena época da inversão, onde devido ao calor desce uma forte neblina de poluição e você não consegue enxergar nem um palmo na sua frente.


Exageros à parte, a primeira impressão que se têm da cidade é completamente diferente de tudo que se pode imaginar. Um aeroporto com dimensões homéricas, onde para pegar sua bagagem você tem que pegar um metro dentro do próprio aeroporto, dá para acreditar??! Uma organização de fazer inveja a qualquer lugar que sediará a próxima Copa do Mundo!


Bom, saindo do aeroporto você logo se depara com aqueele trânsito caótico de qualquer metrópole. Sabe São Paulo? Beijing consegue ter um fluxo ainda mais intenso e confuso! Os motoristas aqui respeitam menos a faixa de pedestres que em Recife! Você tem que praticamente se jogar na frente do carro numa ferrenha competição para conseguir atravessar! Ontem mesmo eu vi um carro que para fazer a volta parou no meio da faixa atrapalhando o trânsito nos dois sentidos! Vai entender esses chineses.. eles saem com cada uma!